O uso da máscara facial foi adotado pelas autoridades de saúde em muitos países como um meio eficaz de impedir a disseminação do coronavírus . Desde que o flagelo se tornou uma pandemia, as máscaras faciais têm sido muito procuradas em vários países e surgiram várias novas tecnologias destinadas a promover o uso seguro e confortável das máscaras faciais. Pesquisadores israelenses do Instituto Israelense de Tecnologia - Technion desenvolveram uma máscara que pode ser limpa e reutilizada usando a corrente elétrica de um carregador de celular. A máscara é desenvolvida pela Faculdade de Ciências e Engenharia de Materiais da empresa e é apontada como capaz de aniquilar patógenos que podem se acumular na superfície da máscara. Diz-se que é eficaz contra a cepa do Coronavírus que causa o COVID-19.